Mês: julho 2015

Joan Miró: a Força da Matéria

Joan Miró: a Força da Matéria

No Instituto Tomie Ohtake a exposição Joan Miró: a Força da Matéria está dividida cronologicamente e traz um recorte de cerca de 50 anos  da produção do artista. destacando seu permanente interesse na experimentação e na superação de seus próprios limites. A mostra pretende abarcar diferentes fases do percurso do artista, evidenciando como Miró construiu uma linguagem genuína em que a liberdade e a fluidez do traço, assim como a fragmentação e simplificação das figuras foram imprescindíveis. Continue Lendo

Kandinsky: Tudo Começa num Ponto

Kandinsky: Tudo Começa num Ponto

Kandinsky (1866-1944) pintava música. Ele queria que o público sentisse sua obra com todos os sentidos, em uma imersão. Essa experiência poderá ser vivida no Centro Cultural do Banco do Brasil, na exposição que mostra 39 trabalhos do pintor, pai do abstracionismo, além de trabalhos que revelam as influências dele, como a cultura popular xamânica russa e a juventude passada na Alemanha. Continue Lendo