Caixa Cultural de São Paulo

História das Artes > Museus > Caixa Cultural de São Paulo
Caixa Cultural de São Paulo

No marco zero da cidade de São Paulo, destaca-se o prédio da Caixa Cultural São Paulo que oferece, logo na entrada, computadores com acesso à internet. Ali também se encontram as galerias Florisbela de Araújo Rodrigues e D. Pedro II, além do Grande Salão, onde são realizados espetáculos de dança, teatro, shows, debates, leituras dramáticas e palestras.

No primeiro andar estão as galerias Neuter Michelon e Octogonal. Já no segundo piso fica a Galeria Humberto Betetto.

O Museu da Caixa Cultural localiza-se no 6º andar do edifício, contando com instalações originais, preservadas desde a sua fundação.

A Caixa Cultural integra o programa da Caixa Econômica Federal, que abriu a primeira filial do projeto em Brasília no ano de 1980.

Dentro do prédio histórico ainda funcionam áreas administrativas da Caixa e a Agência Sé.

A cultura brasileira, rica e diversificada, é fruto do grande potencial humano e estético de nosso povo, refletindo o sincretismo, as tradições e os valores de todas as regiões.

Ciente dessa realidade, a Caixa mantém um diálogo constante com as nossas raízes culturais, fomentando a diversidade e patrocinando a realização de eventos em seus espaços, como espetáculos de música, teatro, dança, exposições de artes visuais, dentre outros.

Com uma programação plural e de qualidade, gratuita ou a preços acessíveis, proporciona aos brasileiros o acesso a uma diversidade de manifestações da arte e da cultura nacionais, e também estimula o intercâmbio cultural e a troca de experiências, patrocinando eventos de artistas de outros países.

Diante da tarefa tão desafiadora de disseminar a cultura em todos os cantos do país, instalou unidades da Caixa Cultural em sete capitais: Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

As obras de arte, documentos e objetos históricos mantidos pela Caixa guardam mais de 150 anos de cultura brasileira, representada em suas mais diversas formas. São mais de 5 mil objetos museológicos e cerca de 2 mil obras de arte.

Além de incentivadora da arte, também exerce o papel de guardiã de patrimônio histórico altamente relevante, gerado como resultado de sua atuação ímpar desde os tempos do Império.

Acervo Artístico, a Caixa Cultural preserva e divulga um acervo artístico composto por cerca de 2 mil obras, entre pinturas, esculturas, gravuras, desenhos e fotografia.

O conjunto abrange os últimos cem anos da produção artística nacional, de artistas marcantes do Modernismo aos dias atuais, como é o caso de Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Djanira, Di Cavalcanti, Tomie Otake, Anita Malfati, Antônio Poteiro, Carmela Gross, Daniel Senise dentre outros.

O acervo histórico da Caixa reúne cerca de 5 mil objetos museológicos, 26 mil publicações e mais de 600 metros lineares de documentos. Essa relação foi iniciada na época do Império e chega aos dias atuais.

Alguns destaques do extenso acervo

Caixa Cultural de São Paulo. Praça da Sé, 111 – Centro – São Paulo – SP. Aberto de terça a domingo, de 9h às 19h. Bilheteria: a partir das 9h do dia do evento (limitado a um par por pessoa).

Fique atento! Horários podem mudar sem aviso prévio. Consulte sempre os sites oficiais.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *