Exposição Introspectiva, de Giovani Caramello

História das Artes > Sala dos Professores > Exposição Introspectiva, de Giovani Caramello
Exposição Introspectiva, de Giovani Caramello

Um dos únicos artistas hiper-realista do Brasil, o andreense Giovani Caramello mostra sua nova exposição desta vez mesclando o estilo que o deixou conhecido em instalações. A exposição Introspectiva conta com três espaços, onde estão obras que conversam com o ambiente em que estão montadas. Na primeira sala está a “Solidão”, onde quase mil monges feitos de gesso ficam ao lado de um único vestido por folhas de ouro. O trabalho levou quase dois meses para ficar pronto, mesmo com a ajuda de três assistentes, e utilizou cerca de meia tonelada de gesso.

A segunda sala fica com a obra “Me Deixe em Paz”, em que uma escultura de uma criança, no tamanho próximo ao real encontra-se dentro de uma caixa de papelão. Já no terceiro espaço está a “Fobia Social”, que é uma obra autobiográfica em tamanho real, onde uma réplica do artista fica soterrada por pedras. Caramello recriou seu próprio corpo em obra hiper-realista para o trabalho.

Segundo ele, a escolha por uma instalação é um experimento, além disso, a opção pelo tema foi por conta da característica de seus trabalhos. “Faço obras bem introspectivas. Ao meu ver, a solidão no ocidente é algo positivo, já que é uma forma de conectar-se com si mesmo”, disse o artista.

agenda

Casa do Olhar Luiz Sacilotto. Rua Campos Sales, 414 – Centro – Santo André – SP. De terça a sexta, das 10h às 17h; sábados, das 10h às 15h. Entrada gratuita. Até 24/09/16.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *