Exposição Loucuras Anunciadas

História das Artes > Sala dos Professores > Exposição Loucuras Anunciadas
Exposição Loucuras Anunciadas

“Loucuras Anunciadas” que expõe 20 gravuras e Francisco de Goya (1746-1828), pode até parecer uma exposição de pequeno porte pelo tamanho das obras reunidas. Sua grandeza,no entanto, está no valor que é apresentado.

A curadora Mariza Bertoli explica que “as gravuras devem ser vistas de perto, na altura dos olhos, como se fossem uma pulsação. Elas têm grande significação simbólica e social, porque foram feitas no início do século 19, quando a Inquisição foi reinstaurada na Espanha, após tempos de liberdade”.

Segundo ela, é possível traçar um paralelo entre o presente e o que se vê ali. “Todas as primeiras décadas de cada século são vulneráveis, movidas por conflitos políticos e culturais muito fortes.”

As imagens fazem parte da coleção “Disparates”, suas últimas obras gráficas, e retratam violência, sexo e críticas ao clero e ao absolutismo espanhóis. O ciclo é considerado o mais obscuro e complexo da produção do artista. Elas são pouco conhecidas dentro da trajetória de Goya, aclamado por sua faceta de pintor. As obras só vieram a público em edição póstuma, em 1864. Goya decidiu não divulgá-las antes devido à perseguição aos iluministas na época.

“Ele faz suas telas mais importantes logo após essas gravuras, quando começa a trabalhar surdo. Ele já estava rico na época e pôde demonstrar a partir de então sua verdadeira face”, explica Mariza Bertoli.

Além de ressaltar detalhes, a expografia também tem ampliações em grandes dimensões e cenografia interativa para que as pessoas e se fotografem diante das imagens. Roupas e acessórios estão à disposição daqueles que querem incrementar suas fotografias na cenografia.

Caixa Cultural São Paulo. Praça da Sé, 111, Sé, São Paulo. Aberta de terça a domingo, das 9h às 19h. Entrada gratuita. Até 24/9/17.

Fique atento! O horário pode sofrer modificação. Consulte sempre o site oficial da instituição.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *