Fundação Iberê Camargo

História das Artes > Museus > Fundação Iberê Camargo
Fundação Iberê Camargo

Sediada na cidade brasileira de Porto Alegre, é uma entidade cultural cujo objetivo é conservar, catalogar e promover a obra do pintor gaúcho Iberê Camargo (1914 – 1994).

A Fundação foi criada em 1995 pela viúva de Iberê Camargo, Maria Coussirat Camargo, para quem ele deixou seu acervo artístico.

Em 1996, decidiu-se construir uma nova sede para a Fundação, então situada na antiga residência do artista, no bairro Nonoai. Um local foi arranjado quando o governo do Estado do Rio Grande do Sul doou um terreno no bairro Cristal, às margens do Lago Guaíba.

Entre junho de 1998 e março de 1999, ocorreu a seleção do projeto, tendo sido escolhido o do arquiteto contemporâneo português Álvaro Siza Vieira. O projeto foi a primeira obra de Siza Vieira na América do Sul e levou o arquiteto a vencer, em setembro de 2002, o Prêmio de Leão de Ouro, na Bienal de Arquitetura de Veneza.

A nova sede foi inaugurada no dia 30 de maio de 2008. Ao longo dos mais de 50 anos que passou ao lado de Iberê, Maria Coussirat Camargo acumulou e guardou, cuidadosamente, uma série de documentos e um volume expressivo de obras do artista. A coleção formada por ela foi doada integralmente para dar início ao projeto da Fundação Iberê Camargo e hoje constitui o seu acervo, que está dividido em dois núcleos.

O núcleo de obras de arte abriga a coleção Maria Coussirat Camargo e é composto por mais de cinco mil obras, entre pinturas, gravuras, guaches, desenhos e estudos de Iberê Camargo.

A parte documental inclui mais de 20 mil itens, como catálogos, recortes de jornais e revistas, correspondências, cadernos de notas e fotografias relacionadas à vida e obra do artista. Os documentos e obras que compõem este importante patrimônio artístico e cultural brasileiro alimentam constantemente publicações, pesquisas e curadorias de âmbito nacional e internacional, e estão disponíveis para estudos sobre a vida e a obra de Iberê Camargo.

E foi com o objetivo de oferecer a estudantes, pesquisadores, professores, colecionadores e comunidade em geral um amplo acesso às obras, fotografias e documentos de Iberê Camargo, que a Fundação Iberê Camargo criou o Acervo Digital.

Imagens em alta resolução, fichas técnicas, históricos e informações relacionadas a cada uma das obras da coleção estão, agora, disponíveis para consulta gratuita.

O prédio possui salas expositivas, átrio, reserva técnica, centro de documentação e pesquisa, Ateliê de Gravura, Ateliê do Programa Educativo, auditório, loja, cafeteria e estacionamento próprio.

A instituição coordena e executa, ainda, o Projeto de Catalogação da obra de Iberê Camargo, que tem por objetivo a pesquisa e documentação de sua produção artística e intelectual, bem como o mapeamento de registros de sua vida e obra.

O Ateliê de Gravura em que Iberê Camargo trabalhava também foi recriado na sede da Fundação.

O espaço se mantém ativo por meio do Programa Artista Convidado, que recebe diferentes nomes da arte contemporânea para desenvolver gravuras utilizando a prensa alemã na qual trabalhava o mestre.

A Fundação também realiza, anualmente, a Bolsa Iberê Camargo, que envia artistas para uma temporada de aperfeiçoamento em um centro de arte internacional. O objetivo é fomentar a produção artística contemporânea no Brasil e possibilitar o intercâmbio de ideias, vivências e propostas.

Detalhes do prédio da Fundação Iberê Camargo:

agendaFundação Iberê Camargo. Avenida Padre Cacique, 2000, Porto Alegre, RS. Aberto de sexta-feira e sábado, das 13h às 18h, inclusive feriados. último acesso às 17h30. Fechado de segunda a quinta e domingo.

 

Fique atento! Horários podem mudar sem aviso prévio. Consulte sempre os sites oficiais.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *