Museu de Arte de Belém – Pará – Brasil

História das Artes > Museus > Museu de Arte de Belém – Pará – Brasil
Museu de Arte de Belém – Pará – Brasil
   

O Museu de Arte de Belém foi instituído a partir de 1991 como um Departamento da Fundação Cultural do Município de Belém (FUMBEL), que por sua vez pertence à Prefeitura Municipal de Belém.

O estilo do edificio é chamado imperial brasileiro, um neoclássico tardio, com colunas toscanas, triângulos e simetria na fachada.

No interior, estão as escadarias néo gregas em mármore de lioz, dois pátios e os grandes salões.

Em 1994, com a reinauguração do Palácio Antônio Lemos, passou a acolher as coleções oriundas respectivamente, da Pinacoteca Municipal e Museu da Cidade de Belém (MUBEL), do qual é originário.

O Museu reúne um conjunto significativo de obras de artistas locais, nacionais e estrangeiros, que referem o período áureo da borracha na cidade e um acervo contemporâneo em expansão.

Um dos espaços expositivos do Museu de Arte de Belém.

O acervo possui também peças do mobiliário brasileiro do séculos XIX e início do XX, fotografias, cerâmica, objetos de interior e esculturas.

As salas para exposições homenageiam artistas, que possuem obras no acervo ou são de reconhecido valor no cenário das artes; um auditório para solenidade e uma biblioteca especializada em artes.

Detalhe interno do Museu de Arte de Belém.

Ao longo de sua história, o Palácio abrigou os três poderes e passou por diversas reformas e adaptações, algumas, inclusive, sem nenhum critério.

Alcançou os anos 90 bastante descaracterizado e em precárias condições, levando a Prefeitura de Belém a restaurá-lo, com o apoio da Fundação Banco do Brasil.

Entregue em janeiro de 1994, foi transformado no Museu de Arte de Belém (MABE) e na sede do governo municipal.

O Palácio Antônio Lemos é fruto da Época da Borracha, na segunda metade do século XIX, quando a Amazônia teve grande desenvolvimento econômico.

Escadarias do Palácio Antonio Lemos que abriga o Museu de Arte de Belém.

Iniciado em 1860 e inaugurado em 1885, o Palácio é um dos seus mais belos exemplos.

Construido para sede da Intendência Municipal, o povo preferiu chamá-lo de Palacete Azul, devido à cor de suas fachadas.

Só na década de cinquenta ganharia o nome de “Antônio Lemos”, Intendente de Belém de 1897 a 1911 e principal responsável pelo processo de reurbanização e modernização da cidade.

O prédio está localizado no centro histórico de Belém, de frente para Praça D. Pedro II e fundos para Praça Felipe Patroni, junto às sedes do Poder Judiciário e do Legislativo Estadual.

Palácio Antonio Lemos, Praça D. Pedro II, cidade Velha. Horário de terça a sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados e domingos, de 9 às 13h.

Fique atento! O horário pode ser modificado. Consulte sempre o site oficial da instituição.

COMO CITAR:

Para citar esta página do História das Artes como fonte de sua pesquisa utilize o texto abaixo:

IMBROISI, Margaret; MARTINS, Simone. Museu de Arte de Belém – Pará – Brasil. História das Artes, 2021. Disponível em: <http://www.historiadasartes.com/sala-dos-professores/museu-de-arte-de-belem-para-brasil/>. Acesso em 24 Oct 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: