Todo Mundo É, Exceto Quem Não É

História das Artes > Sala dos Professores > Todo Mundo É, Exceto Quem Não É
Todo Mundo É, Exceto Quem Não É

Configurando-se como uma das principais mostras de arte popular do país, a 13ª edição da Bienal Naïfs do Brasil chega ao Sesc Belenzinho – São Paulo.

A Bienal Naïfs do Brasil começou com as exposições anuais realizadas pelo Sesc de Piracicaba no período de 1986 a 1991, e tem como iniciativa valorizar e disseminar essa vertente artística fortemente relacionada aos elementos que caracterizam a cultura popular brasileira.

Considerada um dos principais eventos do gênero artístico, a Bienal promove a integração entre artistas, pesquisadores, colecionadores e galeristas, além de educadores e estudantes, com o propósito de ampliar conhecimentos e garantir o debate acerca da produção visual no País.

Ao longo de suas edições, buscou propagar a diversificação do que é conhecido como estética naïf tradicional, com seleção de obras que enfatizam a variedade da confecção popular, um realinhamento do propósito primitivo moderno que caracteriza a arte ingênua.

Um universo plástico muito especial no mundo da arte e com significativa importância simbólica e cultural mostra um Brasil múltiplo e diverso, representado com cenas rurais e urbanas e manifestações próprias de algumas regiões do país.

Formas artísticas sem a rigidez e formatação de uma arte acadêmica foram retratadas em diferentes suportes como o uso de tela e tinta, metal, papelão, plástico, tecido e madeira na expressão da xilogravura e na escultura.

A 13ª Bienal Naïf conta com a participação de 152 artistas brasileiros que não possuem formação artística acadêmica e trabalham com elementos da cultura popular, apresentando 228 obras nas mais variadas técnicas e suportes.

A presente edição, cuja comissão de curadoria é composta por Clarissa Diniz, Claudinei Roberto e Sandra Leibovici, se estrutura sobre a premissa inclusiva e provocativa de: “Todo mundo é, exceto quem não é.” É a primeira vez que a exposição vem para São Paulo

Todo mundo é, exceto quem não é. Sesc Belenzinho. Rua Padre Adelino, 1000 – São Paulo. Aberta de terça a sábado, das 9h às 22h; domingo, das 9h às 19h30. Até 02/07/17.
Fique atento! Horários podem mudar sem aviso prévio. Consulte sempre os sites oficiais.

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *