O Ensaio, Edgard Degas

O Ensaio, Edgard Degas

O artista dá ao espectador a oportunidade de observar secretamente um estúdio de ensaios. Escondemo-nos com ele, nas sombras, para ver o movimento fluido dos membros esguios e flexíveis e dos corpos graciosos das jovens bailarinas.

Edgard Degas representou as bailarinas a partir de ângulos e pontos de vista incomuns. A composição parece totalmente casual: a figura da extrema direita é cortada pelo limite da tela, e pernas truncadas aparecem no alto da escada, tem-se a impressão de que, se ele tivesse esperado mais alguns segundos, outra bailarina teria entrado no quadro.

O trabalho é executado com traços vibrantes e rápidos de pastel, e algumas áreas foram meramente esboçadas. Os tons moderados e a falta de formalidade são reparadores.

O interesse real de Degas não estava nas bailarinas ou nos balés em si, o que o fascinava era o movimento das formas abstratas e na graciosa harmonia de cores.

O Ensaio é uma das primeiras pinturas de balé que Degas realizou. Era um assunto que ele continuou a pintar pelo resto de sua vida.

Embora à primeira vista sentimos que a cena do quadro acabou de acontecer diante dos nossos olhos, isso não é verdade. Degas, ao contrário de seus amigos impressionistas, raramente trabalhou ao vivo, no momento em que as coisas estavam acontecendo. Ele trabalhava a partir de esboços, de memória e da sua imaginação.  Apesar disso desse método de trabalho, ele conseguiu capturar um sentimento de proximidade – a dançarina quase escondida pela escada em espiral, os tornozelos que descem a escadaria e a mulher à direita que está com sua imagem cortada.

O irmão de Vincent van Gogh, Theo, comprou este trabalho em 1888 do colega comerciante Georges Petit, pagando 5.220 francos franceses. Apenas algumas semanas depois, ele vendeu esse quadro por 8.000 francos franceses. William Burrell comprou a pintura em julho 1926.

O Ensaio, 1873-4, pastel sobre tela, 59 cm x 83,8 cm, Edgard Degas, The Burrell Collection, Glasgow Museums and Art Galleries, Glasgow, Escócia.

pincelAgora que você sabe mais detalhes sobre esse quadro de Degas, experimente criar a sua obra de arte através da observação e do registro de um momento informal, usando o material colorido que você mais gostar.

quadroFotografe seu trabalho e compartilhe sua experiência conosco, nas nossas redes sociais, usando a #historiadasartestalento

PESSOAS QUE LERAM ISSO, TAMBÉM GOSTARAM....

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *